Tática do Muro de Pedra

Definição

A tática Muro de Pedra consiste em manter firme uma posição, esperando que a contraparte aumente suas concessões.

Outro nome: tática do entrincheiramento.

Como Funciona

O negociador mantém firmemente sua posição, não cooperando com a outra parte ou não aceitando as propostas apresentadas por ela, com a expectativa de que esta aumente unilateralmente suas concessões. Quem aplica o muro de pedra pode eventualmente realizar concessões, mas estas serão menores que as da outra parte ou realizadas somente ao final, quando houver ameaça de se encerrar a negociação.

Pode ser utilizada junto com as táticas de retardamento, ausência de contrapropostas, retirada aparente e recusa em negociar. Para que seu emprego seja efetivo, é importante identificar a motivação da contraparte, a fim de dosar a intensidade com que a tática deva ser usada.

A tática do muro de pedra é diferenciada da tática de recusa em negociar porque nesta há a declaração explícita de não se querer negociar, enquanto no muro de pedra inicia-se a negociação, mas não são aceitas as propostas e concessões apresentadas até que seus objetivos sejam atingidos.

A tática funciona porque explora o interesse ou a necessidade da contraparte em concluir a negociação, obrigando-a a realizar concessões ou alterar suas propostas, caso deseje continuar negociando. Pode ativar na contraparte os vieses inconscientes da hipótese do mundo justo, da escalada do compromisso, do custo afundado e da aversão à perda (do acordo, negócio ou relacionamento) e acionar os gatilhos mentais da escassez/urgência e do compromisso/coerência, ativando a ansiedade e fazendo com que faça concessões irracionais para conseguir fechar de qualquer maneira a negociação.

Quando utilizada por negociadores que se concentram em suas posições, ao invés de se concentrarem em seus interesses, pode ser considerada falta de habilidade, descaracterizando o uso da tática.

Ver também as táticas: retardamento, ausência de contrapropostas, retirada aparente e recusa em negociar.

Efeitos Desejados

Seja membro do Clube de Negociadores para conhecer os efeitos desejados desta tática!

Riscos em sua Aplicação

Seja membro do Clube de Negociadores para conhecer os riscos do uso desta tática!

Casos de uso da Tática do Muro de Pedra

Um empresário tentava intermediar um reajuste salarial para sua esposa. A empresa em que ela trabalhava se opunha definitivamente a conceder mais do que 3% de aumento. Nenhum argumento era considerado válido e a empresa repetia reiteradamente que qualquer valor além desse patamar estaria fora de seu orçamento, em um típico comportamento de muro de pedra. O empresário utilizou então a tática da vitimização, relatando as inúmeras dificuldades que sua esposa estava passando, por não ter recursos suficientes para suprir suas necessidades básicas. Depois de um tempo, a empresa acabou aceitando pagar um valor maior, em consideração a sua excelente funcionária.

Como neutralizar a Tática do Muro de Pedra

Seja membro do Clube de Negociadores para saber como neutralizar esta tática!

Qual a probabilidade de você recomendar este post?

Deixe sua avaliação!

Classificação média 4.5 / 5. Recomendação: 2

Seja o primeiro a avaliar esse conteúdo.

Que pena que não gostou do conteúdo!

Deixe-nos melhorá-lo!

O que podemos melhorar para deixar você feliz?

Compartilhe nas redes:

Aproveite a PROMO de Black Friday 🔥 40% OFF 🔥

dias
horas
min
seg

Conteúdos relacionados

Domine a Arte da Negociação com o Livro Jogada de Mestre

As 48 mais poderosas táticas de negociação

Diagnóstico de perfil

Conheça
seu Perfil de Negociação

Realize o questionário gratuitamente e veja como seu estilo para lidar com conflitos afeta o resultado de suas negociações.

Falta pouco para você adquirir seu exemplar...

Aceitação(obrigatório)